Nova denúncia contra “Carlinhos Metralha”


Nova denúncia contra “Carlinhos Metralha”

Sede do Deops/SP


Foto: Arquivo Público do Estado de São Paulo

O Ministério Público Federal (MPF) ofereceu nova denúncia contra o delegado Carlos Alberto Augusto, o “Carlinhos Metralha”, por crimes cometidos na ditadura. Então integrante da equipe do delegado Sérgio Paranhos Fleury no Departamento Estadual de Ordem Política e Social de São Paulo (Deops/SP), Augusto participou das sessões de tortura que levaram à morte o militante de esquerda Devanir José de Carvalho em abril de 1971. Segundo a versão oficial dos órgãos de repressão, Devanir foi morto após confronto com policiais, mas documentos e testemunhas atestam que ele foi levado com vida ao Deops, onde passou por agressões durante três dias.

Um dos fundadores do Movimento Revolucionário Tiradentes (MRT), o militante havia participado do sequestro do cônsul japonês Nobuo Okushi em março do ano anterior e era, desde então, um dos alvos prioritários da equipe de Fleury. Ele sofreu uma emboscada, quando levou uma rajada de metralhadora nas pernas, e passou por tortura nas dependências do Deops. Após três dias de intenso suplício, foi assassinado.

O MPF quer que Carlos Alberto Augusto seja condenado por homicídio qualificado, com agravantes como o motivo torpe do assassinato (perseguição política), o emprego de tortura, o abuso de autoridade e a adoção de métodos que impossibilitaram a defesa da vítima. Ao final do processo, o Ministério Público pede também o cancelamento de aposentadoria e outros eventuais proventos do ex-agente, bem como de condecorações que ele tenha recebido pelos serviços prestados durante a ditadura. Na denúncia, o MPF destaca que a morte de Devanir ocorreu num contexto de ataque sistemático e generalizado do Estado brasileiro contra a população civil e, por isso, constitui um crime contra a humanidade, para o qual não cabe anistia nem prescrição.

Denunciados/demandados: Carlos Alberto Augusto

Instituições envolvidas: Departamento Estadual de Ordem Política e Social de São Paulo (Deops/SP)

Vítimas: Devanir José de Carvalho

Crimes: Homicídio qualificado

Ação penal nº 5003562-56.2021.4.03.6181

Veja a íntegra da denúncia

Principais ações




...
23/04/2012
SEGUNDA DENÚNCIA

...
10/07/2012
TERCEIRA DENÚNCIA

...
29/08/2012
PRIMEIROS RÉUS



...
13/05/2013
CASO MÁRIO ALVES

...
19/12/2013
EMBOSCADA EM GOIÁS


...
19/05/2014
CASO RUBENS PAIVA










...
03/02/2016
FREI TORTURADO

...
04/02/2016
LÍDER CAMPONÊS

...
29/03/2016
LEGISTA DENUNCIADO

...
07/06/2016
LAUDO FALSIFICADO





...
26/09/2016
CHACINA DA LAPA


...
24/04/2017
LIVRO-RELATÓRIO

...
06/10/2017
SEQUESTRO EM SP



...
11/02/2018
MÉDICO TORTURAVA




















...